Recuperando o Windows 10 depois de um ghost mal sucedido

Na última sexta-feira levei meu notebook para uma verificação no sistema de ventilação para diminuir o aquecimento com processamento excessivo, principalmente pelo processamento de vídeo. Aproveitei e solicitei ao técnico que migrasse meu HD para um SSD. Ledo engano! Quando fui pegar fiquei mais uma hora esperando que ele fizesse tentativas de recuperação. Ele chamou outros técnicos que condenaram o computador dizendo que só formatando. Técnico tem uma dificuldade em se comprometer com dados do cliente. Para eles, formatar é sempre a melhor solução.

Fui pra casa com note “morto”. Fazer tentativas no HD do cliente sem entender qual foi o problema que o afetou pode ser pior que o problema inicial. Depois de muita pesquisa para primeiro entender o problema, consegui resolver.

O Problema

Ao resolver clonar o HD, o técnico optou pelo famigerado Norton Ghost (pessoalmente seria minha última opção, mas…). Para fazer isso, o ghost desmonta os volumes para fazer cópia segura. Como iria demorar muito, pedi para ele cancelar a clonagem. Ao invés de cancelar o processo, com ESC ou outra tentativa, o técnico optou por desligar o computador. Foi aí que o problema foi gerado. Se ele tivesse cancelado o ghost normalmente, pela opções do software, o ghost teria deixado o volume pronto para uso. Ao desligar, o sistema tornou-se inoperante.

Evidência

A principal evidência do problema é o erro que diz:

Falha em carregar o \windows\system32\winload.exe

Observe que não há indicação de qual unidade (C:, D:, E:) no caminho do arquivo. Essa é a evidência! O Windows 10 usa uma partição inicial para dar o boot e depois se move para a partição onde está realmente o sistema operacional. O problema é que ele não conseguia atribuir letra para esta unidade e, consequentemente, o boot tornou-se impossível.

A maioria das fontes na internet atribuem 4 comandos para esta recuperação em modo administrador:

bootrec /fixboot
bootrec /scanos
bootrec /fixmbr
bootrec /rebuildbcd

Se mesmo depois disso não funcionar, aí você vai precisar de um pouco mais de perícia para executar o utilitário BCDBoot Utility.

  1. Digite diskpart e pressione Enter.
  2. Digite list volume e pressione Enter.
  3. Observe a tabela e localize a linha que estiver com indicação “Reservado para o Sistema” e anote o número do volume.
  4. Digite select Volume=N e pressione Enter, onde N é o número do volume anotado no passo anterior.
  5. Digite assign letter=w e pressione Enter.
  6. Digite exit e pressione Enter.
  7. Digite bcdboot c:\Windows /s w: /f uefi e pressione Enter.

Este processo fará uma nova verificação dos sistemas operacionais instalados e remontará a lista para que funcione. Onde está “c:\windows” você deverá substituir pela unidade que o windows 10 está. No fim, o que esse comando faz é encontrar seu windows e remontar na unidade W uma lista de sistemas operacionais disponíveis, permitindo que seu computador inicie.

Reinicie o computador e aguarde até que tudo volte como estava.

Para maiores detalhes, deixe seu comentário para que outras pessoas como você possam sanar dúvidas parecidas ou escreva diretamente ao Kevin Arrows no excelente artigo FIX: Steps to Fix Winload.EFI Error, que me ajudou muito no entendimento do problema e montagem da solução.

Ah, e se estiver procurando uma ótima opção para migrar seu HD para SSD, não deixe de visitar o Rene.E Laboratory e usar a ferramenta gratuita por 14 dias Renee Becca. A versão paga custa somente US$ 24,95. É simples, prático, intuitivo e barato para um recurso tão útil.

Grande abraço e até a próxima!

Etiquetas:, , , , , ,
  1. Vi aqui que o artigo estava configurado para não receber comentários depois que recebi um e-mail do Bruno Franco com uma pergunta e já acertei.

    A Pergunta:

    Oi André. Eu li seu artigo, e você disse que o Norton Ghost seria sua última opção para clonar o hd. Por qual motivo você não usaria? No caso, você recomendaria qual? Eu faço clones da minha partição de tempo em tempo que em caso de problemas possa restaurar sem precisar formatar a máquina. Eu uso o Ghost 15 que é a última versão e a única compatível com o Windows 10, mas teria algum melhor na sua opinião?

    A Resposta:

    Salve, Bruno!

    Espero que estejas bem e com saúde!

    Esse artigo é de 2017 quando eu paguei para que alguém fizesse o serviço por mim porque estava cansado de ter que reproduzir o método “instala tudo” e para eu, que programo em várias linguagens e uma delas, na época, era o Delphi, que precisa instalar muitos componentes manualmente, era um trabalho que levava dias até que eu pudesse voltar a produzir.

    No fim, achei até que foi uma boa ideia ter que instalar tudo porque o SSD funciona de forma diferente do HDD e foi importante para a performance do computador.

    Eu, hoje, já não faço mais clones e se precisar reinstalar, não tenho muitos problemas, mas não faço com tanta frequência.

    Eu relatei o problema que tive em um artigo porque não foi fácil achar a solução para o problema que tive e achei que em um artigo ficasse mais fácil de alguém encontrar a solução.

    Como disse, não faço mais e não tenho me atualizado com os softwares de mercado para fazer uma recomendação.

Leave a Reply